Um artista resiliente

Soteropolitano de alma mágica, Soir é um artista habituado a derrubar muros. Em pouco menos de um ano de trabalho, conduziu a Grux (sua ex-banda) aos palcos do Irish Pub, Mercado Iaô e Feira Noise Festival 2014.

Seu som é magnético. O poderoso groove do violão e a voz sensual se misturam em um Folk-Rock autoral meio hippie e com letras instigantes. O resultado é autêntico e inspirador, com influências de nomes como Herbert Vianna, Dave Matthews e Moska.

O músico lançou o single “O Moinho” recentemente, contendo duas faixas, e já trabalha na produção do seu próximo álbum – um trabalho experimental integralmente gravado no próprio apartamento.

O nome “Soir” é de origem francesa e significa “noite”, em alusão à cor de sua pele.

single-image